21
Mai 09

 

Odin, pai dos deuses nórdicos e senhor da guerra, era também o deus do conhecimento. Conhecimento e sapiência levam ao poder e por isso Odin tinha fome de sabedoria. Conversava com profetas, reis, filósofos e todos aqueles que lhe pudessem aumentar a sua erudição. Para além disso possuía dois corvos – Hugin, que significa pensamento e Munin, que significa memória – que todos os dias voavam pelo mundo em busca de novidades voltando ao anoitecer ao trono do seu mestre para lhas contarem.

Odin sacrificaria tudo por conhecimento… mataria até, se isso lhe garantisse o alargar de horizontes.

 

Segundo a mitologia nórdica existe uma árvore colossal (um freixo) que serve de eixo ao mundo, é Yggdrasil. Está localizada no centro do universo. Na parte mais alta, onde se pode tocar o sol e a lua, jaz a cidade dourada (Asgard) que é a Terra dos deuses e Valhala, o local onde os guerreiros vikings eram recebidos após a morte honrosa nas batalhas. Nas frutas de Yggdrasil estão guardadas as respostas às grandes perguntas da humanidade e por isso são guardadas pelas valquírias e apenas os deuses lhes têm acesso. As suas folhas têm o poder da vida podendo ressuscitar e curar qualquer doença. O tronco, Midgard,  é o mundo material dos homens e as suas raízes profundas estão situadas em Niflheim, os mundos subterrâneos.

 

Odin descobriu a existência de um poço do conhecimento, uma fonte de sabedoria, nas raízes de Yggdrasil, local guardado por Mimir. Mas beber daquela água exigia um preço… preço que Odin estava disposto a pagar! Assim, Odin deu um dos seus olhos em troca de um gole de pura gnose.

A troca do olho pela visão…dar o olho para conseguir ver… não existe maior paradoxo! Mas mostra a ânsia de conhecimento que o Deus tinha e representa, como todo o mito, o próprio homem. A sofreguidão de saber que o homem tem, a curiosidade, a vontade de ir mais além, de descobrir, de compreender…

 

Com o passar dos tempos esta curiosidade nossa característica não estagnou, tomou sim proporções inimagináveis. A ambição e procura desmedida para a conquista do infinito quebra quaisquer limites…

 

 

 


07
Mai 09

 

 

No passado dia 27 de Abril organizamos, como anunciado, um debate em redor da polémica questão – Ciência: Deusa ou Demónio?

Confrontados com esta pergunta, os intervenientes foram claros e unânimes – a Ciência em si não é divina nem demoníaca, irá depender da boa ou má utilização que o Homem faz dela.

O público mostrou-se activo, intervindo e fazendo perguntas, acabando por levar o debate à sensível temática do aborto.

               

Pensamos ter sido uma iniciativa enriquecedora, não só para nós, o grupo de trabalho, mas também para a comunidade escolar. Houve mesmo quem dissesse que na ESA se “fez EDUCAÇÃO”, tendo-nos deixado orgulhosas pelo produto do nosso esforço.

 

Visto não termos tido a oportunidade de o fazer devidamente no final do debate, gostaríamos de deixar aqui os nossos sinceros agradecimentos ao Doutor Adriano Basto, o nosso fantástico moderador; ao Pe. José Manuel Ferreira que a medo lá aceitou participar na nossa iniciativa; ao Professor Doutor Daniel Serrão por tão prontamente se ter disponibilizado a ajudar ao desenvolvimento do nosso trabalho; e à Mónica, ao Francisco e ao Gustavo, que com desenvoltura e à vontade expuseram as suas opiniões.

Gostaríamos também de dedicar um especial obrigado à Professora Elsa Cerqueira pela preciosa ajuda e orientação no desenvolver do projecto e pelo interesse que cedo despertou; ao Professor Nuno Ramos que elaborou com todo o prazer (ou, quem sabe, contra a sua vontade) o cartaz que divulgou o debate e, claro, à Professora Maria Rosa Abreu, nossa tutora de Área de Projecto que com carinho nos tem acompanhado ao longo do ano.

Um obrigado também a todos os que, aceitando o nosso convite ou mesmo por livre vontade, assistiram ao controverso diálogo que com satisfação apresentamos.

 

Aproveitamos também a “onda” de agradecimentos para dedicar um outro a todos os que atentamente nos seguem.

 

                                                                                                                             Atenciosamente,

O grupo de trabalho.

 

postado por LACCAP às 21:37

Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Somewhere Over the rainbow


pesquisar neste blog
 
Na gaveta!!
subscrever feeds
links