19
Jun 09

“Somewhere, over the rainbow, skies are blue.
And the dreams that you dare to dream
Really do come true.”

 

É com pena que escrevo o que penso serem das últimas linhas que o nosso “cantinho da internet” irá acolher.

Estas, dedico-as não só ao tema que aqui tem sido batalhado mas às pessoas que o vivem. E quem são afinal essas pessoas?

Devo começar pelas fantásticas “Mitas e Logas” como lhes acabaram por apelidar. “Fantásticas??” - pensam aqueles que não nos conhecem… ou que apenas pensam conhecer… sim! Fantásticas! A elas desejo que toda essa fantasia permaneça para sempre, que o sonho comande as suas vidas e que, não a ciência, mas o mito as mova para todo o sempre. Apesar do pouco tempo juntas, penso termos aprendido imenso e a única coisa que me falta dizer-vos é que o coco (a tal famosa fruta), a par da canela, do arroz, do mel e ao contrário de rezar o terço… tem poderes…enfim, vocês sabem! Um dia, quando forem mais velhas, revelo-vos o nome do livro… Para além desta última informação preciosa, nada mais importa referir porque tudo o que diz respeito a sentimentos é mais fácil entender sem palavras.

Não queria aqui fazer uma lista infindável de agradecimentos porque se tornaria um pouco maçudo e de textos grandes já bastam os que foram publicados no passado… de uma forma bastante curta e sincera tomo aqui a liberdade de agradecer em nome do grupo a todos aqueles que nos acompanharam nesta viagem entre mentalidades e realidades. Desde as tágides inspiradoras que fizeram nascer o tema (ou lhe devo chamar guerreiro épico?) aos loucos que por livre vontade ou sem ela se juntaram a nós ao longo do nosso projecto. Obrigada. Obrigada também àqueles que, com atenção e interesse nos leram, ouviram, seguiram e apoiaram, aqui no blog ou em pessoa.

A todos eles e também àqueles que não fazem ideia de que o projecto “Do Mito ao Logos” alguma vez existiu mas que possuem na mente e no coração a chama… obrigada, pois foi por a transportarem, por sonharem, por acreditarem que este trabalho surgiu…

 

Certa tarde pintei, com uma câmara, cientistas, bonecas, bruxas e princesas

Juntas riam e cantavam, comiam gelados e rissóis e sonhavam…

Apenas elas e o rio o sentiram, mas foram felizes!

 

Desculpem tê-lo escrito, Ana Isabel 

 

 

postado por LACCAP às 18:52

3 comentários:
Foi com um sorriso de orelha a orelha que li este post , e por isso agradeço-te a ti, z´abelinha , por o teres feito! :)
Foi com um enorme prazer que fiz parte deste fantástico grupo, aliás, o termo mais correcto não será grupo, mas sim AMIGAS! Convosco aprendi imenso, guardo dentro de mim um bocado de cada uma de vocês e este permanecerá para sempre seja qual for o rumo que cada uma de nós seguir! Obrigada a todas por me terem feito sonhar e deambular por o maravilhoso mundo que a pouco e pouco fomos criando juntas ! :D

Cláudia Freitas

Cláudia Freitas a 20 de Junho de 2009 às 01:03

Poderia tentar amaldiçoar o tempo ou fazer umas técnicas de voodoo esquisitas... Tudo seria inútil ! talvez seja a última coisa que escreva para este nosso cantinho.. sim, ele é nosso! durante 8 meses (com arredondamentos) este local da blogosfera demonstrou esse nosso feito imortal e soberano, essa aventura como procura desenfreada de deuses, heróis, vampiros, lobisomens, bruxas e feiticeiros de verruga na ponta do nariz . À procura de um mundo fantástico, esse onde nos queremos aprisionar e aí ficar para todo o sempre, enaltecendo-nos da magia que reside num simples conto infantil, escutando ansiosamente por ouvir o "Era uma vez" e a deixa final (muito lamechas) mas insubstituível ...

Que somos nós mais do que crianças aprisionadas neste corpo instável, que muda diariamente... Nesta sociedade que insiste em ser adulta e render-se ao comum ?

Um dia aceitei o verbo SONHAR . e ele percorreu o meu ser e invadiu o meu lado racional de imagens difusas mas carregadas de perfeição ! Com ele navego a bordo da imaginação e tento avistar a realidade ... tendo sempre forças para prosseguir e investir contra a cerração e as tempestades iminentes... Não, mas algo mais me dá esta força ... Algo mais me retira de um estado depressivo, algo mais me faz atingir parâmetros anormais de palermice e histeria . As Mitas e Logas !
Não sou alguém muito dado a demonstrações de afecto e, como alguém referiu, todas as palavras utilizadas seriam inúteis e redutoras. Obrigado por me levarem a fazer um piquenique, por me indicarem caminhos musicais decentes e danças pouco recomendáveis, por me sujeitarem a situações ridículas (a comer bolachas, próxima de cegueira e com umas faces excessivamente coradas), por me darem muitas coisas para decorar, por me recordarem que as épocas festivas são quando uma menina quer .... uff ! Que outra palavra poderei usar ? Sim, sao fantasticas ! A autenticidade e a loucura caminham lado a lado nos seus vasos sanguineos...

Reservo as minhas últimas palavras para todos aqueles que nos seguiram ao longo deste ano lectivo, a todos os que viram esta demanda avançar em terreno seguro ... A todos os que ousaram colaborar com o grupo das seis meninas, muito obrigado ! Ainda felicito todos aqueles que guardam nos seus corações e almas essa chama, essa força de acreditar ... Todos os que conduziram ao nascer deste projecto que permanecerá nos homens eternamente, mesmo que nunca o tenham conhecido !

"Atra esterní ono thelduin
Mor'ranr lífa unin hjarta onr
Un du evarínya ono varda"
(May good fortune rule over you/Peace live in your heart/And the stars watch over you)

verrückt'claudi (':
Cláudia Marinho a 15 de Julho de 2009 às 15:03



"E FORAM FELIZES PARA SEMPRE" ! Façam-me esse favor ... (':
Cláudia Marinho a 15 de Julho de 2009 às 15:05

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Somewhere Over the rainbow


pesquisar neste blog
 
Na gaveta!!
links